Homenagem a Chico Domingos

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Pin It Share 0 Email -- Filament.io 0 Flares ×

chico

Um dos grandes mitos da arbitragem brasileira está completando 71 anos de idade. O pernambucano Chico Domingos, que fez muito pela arbitragem e ainda fará pelo apito do seu estado e do país, tem boa parte de sua vida dedicada a Federação Pernambucana de Futebol. Foram 18 anos como árbitro e na sequência como membro da Comissão Estadual de Arbitragem (Ceaf), posto que chegou a dividir com Erich Bandeira e Salmo Valentim.

Chico (e) no anuncio da candidatura de Salmo Valentim a presidência da ANAF

Chico (e) no anuncio da candidatura de Salmo Valentim a presidência da ANAF

Ao longo de uma brilhante carreira como árbitro, Chico tornou-se figura expressiva na arbitragem brasileira. Como árbitro e árbitro assistente trabalhou em jogos importantes como decisões de turnos de campeonatos estaduais, partidas de campeonatos nacionais – como o jogo das oitavas de final da Copa do Brasil entre Goiás e Internacional em 1989, informa o blog do Welington Araujo.

Com lembranças memoráveis, Chico não esquece os jogos que marcaram sua carreira. Para ele, os Clássicos das Multidões válidos pelo pentagonal decisivo, em 1992, foram jogos marcantes pela presença de grandes atletas em campo. Ele também lembra como surgiu o convite para compor a Ceaf.

Carreira dedicada a arbitragem

Carreira dedicada a arbitragem

“Quando encerrei minha carreira em 1995 recebi o convite do ex-presidente da Federação Pernambucana de Futebol (FPF) Fred Oliveira, na época ele estava repassando o cargo para Carlos Alberto então os dois conversaram comigo e me convidaram para formar o quadro da Comissão”, disse ele ao blog pernambucano.

Durante sua carreira profissional, Domingos já exerceu vários cargos tanto dentro de campo como fora deles. Foi árbitro, árbitro assistente e quarto árbitro. Como dirigente da Comissão Estadual de Arbitragem ele já foi presidente, vice-presidente, assessor e coordenador.

Nos tempos de arbitragem, Francisco diz ter admirado e se inspirado bastante em Armando Marques e Romualdo Arpi Filho – árbitros brasileiros que apitaram Copas do Mundo. Domingos também ressaltou o aprendizado com os conterrâneos Sherlock e Sebastião Rufino.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Pin It Share 0 Email -- Filament.io 0 Flares ×